Economize nas compras usando a regra de 3 com Dr. Angelo Carbone

Dicas

É comum do ser humano sempre querer comprar alguma coisa, porém precisamos ver o que realmente é necessário. O impulso de comprar está presente no cotidiano de cada um de nós, por isso precisamos entender a real necessidade daquilo que estamos prestes a comprar.

VEJA TAMBÉM: 4 dicas para não surtar quando estiver desempregado


Eu quero ou eu preciso?

Antes de comprar é preciso refletir o seguinte: Eu quero isso ou eu preciso disso?

Quando a compra se tratar de um impulso, um gasto a mais no seu orçamento, a resposta para essa pergunta será: “Eu quero isso, mas na verdade não preciso”, e você vai desistir da compra.

Outro cuidado que você precisa tomar na hora das compras, é o de não se deixar seduzir pelas marcas ou por produtos com funções que os tornam mais caros, mas que você não irá utilizar, algo que você não precisa.

TV Catia Fonseca Economize nas compras aplicando a regra de 3

 

Por exemplo ao comprar um celular, se quiser comprar a marca, vai gastar um valor muito superior só por causa do nome do aparelho. Da mesma forma, se precisamos de um notebook seria importante comprar um de acordo com as necessidades de uso, e nunca um com um potencial muito maior e muito mais caro, que nunca vai ser utilizado.  Com relação a vestimenta, o valor da grife as vezes é o dobro do valor do produto, procure roupas e acessórios não pelo NOME DA MARCA mas para sua necessidade.  As vezes uma roupa adquirida em lojas mais em conta, é muito mais bonita e melhor que outra de grife.



Regra dos 3 dias

Se você aplicar a regra dos 3 dias na hora de sua compra sua economia será garantida.

A regra consiste no seguinte: Quando seus olhos brilharem por algo volte para casa e aguarde 3 dias (nesse período o impulso de comprar desaparece), se ainda sim você quiser voltar para efetuar a compra é porque trata-se de algo que você realmente precisa. Porém na maioria das situações o impulso passa e você economiza o dinheiro para que ele seja direcionado à algo realmente de sua necessidade.

VEJA TAMBÉM: 7 atitudes para ter inteligência emocional por Fernanda Mamedes

O ideal é pensar muito no que vai comprar e o que vai gastar. Nunca jogue para o futuro o pagamento de um bem de consumo de agora. Sempre pense que é melhor não comprometer o cartão de crédito, nem ficar devendo 10 ou 12 meses parcelados, quando na verdade nesse parcelamento já vem embutido o valor dos juros do período. Pense que você pode ficar doente, perder o emprego, e nessas situações, se tiver dívidas vai ser terrível, com dezenas de cobranças, intermitentes telefonemas, sem contar o perigo de uma execução, ou cobrança judicial.

 TV Catia Fonseca Economize nas compras aplicando a regra de 3 Dr. Angelo Carbone Dr. Angelo Carbone é especialista em Direito do Consumidor.