Ronco pode ser um sinal de uma doença grave e evolutiva por Dr. Jamal Azzam

Saúde

Estima-se que hoje no Brasil existam cerca de 40 milhões de pessoas com apneia do sono e ronco. Somente em São Paulo acredita-se que este número ultrapasse 9 milhões. Para o otorrinolaringologista Dr. Jamal Azzam, apesar de termos poucos trabalhos científicos que nos fornecem números exatos quanto à prevalência desta doença em nosso país, certamente trata-se de uma situação bastante comum.

Tv Catia Fonseca Atenção: ronco pode ser sinal de doença grave Jamal Azzam Ronco pode ser um sinal de uma doença grave

Nos Estados Unidos estima-se que anualmente morram cerca de 38 mil pessoas decorrentes as doenças do sono, como a apneia. Os acidentes de carro devidos aos distúrbios do sono chegam a 100 mil por ano.  Motoristas sonolentos provocam um em cada seis acidentes fatais, chegando à impressionante marca de cerca de 17%. São também responsáveis por 1 em cada 8 acidentes que resultam em ferimentos graves.  Cerca de 41% dos motoristas admitiram já terem dormido ao volante.  Quanto aos gastos com acidentes envolvendo pacientes que tem apneia do sono nos Estados Unidos, chega-se à estatísticas incríveis:

  • Acidentes automobilísticos: US$ 39 bilhões
  • Acidentes de trabalho: US$ 13,4 bilhões
  • Acidentes públicos: US$ 1,34 bilhões
a

 

A Síndrome da Apneia e Hipopneia Obstrutiva do Sono (SAHOS) é um distúrbio provocado pela obstrução dos canais respiratórios (especialmente na garganta) durante o sono, culminando numa diminuição drástica no fluxo de ar, chegando às vezes, a obstruí-lo completamente (parada respiratória).  As paradas respiratórias com duração maior de 10 segundos são consideradas patológicas.

O paciente sente por vezes como se estivesse “um engasgo forte” e depois “puxa a respiração com muita força, fazendo um barulho muito alto”, assustando a pessoa que está ao lado, dando a impressão de que está sufocado. Muitas vezes o próprio paciente acorda assustado neste momento.

Tv Catia Fonseca Atenção: ronco pode ser sinal de doença grave Jamal Azzam Ronco pode ser um sinal de uma doença grave Ronco pode ser um sinal de uma doença grave

Lembramos que apneia significa “parada respiratória” e hipopneia significa “diminuição da respiração”.  Ambas situações são consideradas conjuntamente para o diagnóstico e a mensuração da gravidade da doença.

Na grande maioria dos casos o paciente ronca e isto pode ser um sinal da apneia do sono.  O ronco é um sintoma muito importante de que algum problema respiratório está acontecendo.  “Apesar da sociedade ainda ter bastante preconceito em aceitar e falar que ronca, devemos nos preocupar com este sintoma e procurar esclarecimento sobre a possibilidade de estar sofrendo alguma doença”, explica Dr. Jamal.

As consequências da apneia do sono no dia a dia da pessoa podem ser inúmeras. Geralmente quem tem SAHOS sofre com muita sonolência e cansaço constante durante o dia, causados obviamente por uma noite de sono pouco eficiente e nada relaxante. O paciente acorda sentindo-se mais cansado do que quando foi dormir.

No entanto, existem ainda inúmeras outras consequências graves, como a forte relação com a hipertensão arterial, arritmias cardíacas, doenças nas coronárias, insuficiência cardíaca, redução da quantidade de sono profundo e até diminuição da libido e impotência sexual. Também pode ocorrer redução da memória, dificuldade para assimilar novas informações, maior irritabilidade e labilidade emocional. Em crianças, este distúrbio pode causar hiperatividade, baixo rendimento escolar, déficit de atenção etc. a Tv Catia Fonseca Atenção: ronco pode ser sinal de doença grave Jamal Azzam Ronco pode ser um sinal de uma doença grave

Os idosos são a população mais afetada pela apneia do sono.  Estudos mostram que cerca de 60 % homens e 40 % das mulheres acima de 65 anos roncam e/ou tem apneia do sono.  Isto contrasta com a estatística de que 24% dos homens e 18% das mulheres de meia-idade roncam. Os idosos naturalmente acumulam distúrbios cárdio-circulatórios, respiratórios e metabólicos próprios do envelhecimento.  Porém, quando soma-se à apneia do sono, a exacerbação dos sintomas e a enorme piora das consequências  torna-se realidade. Então, os idosos com apneia tem uma chance extremamente aumentada de morte súbita durante o sono, maior risco de infarto do miocárdio, maior risco de hipertensão arterial, maior risco de acidente vascular cerebral etc.

Tv Catia Fonseca Atenção: ronco pode ser sinal de doença grave Jamal Azzam Ronco pode ser um sinal de uma doença grave a A forma mais confiável de diagnosticar a doença é através de uma consulta com um médico otorrinolaringologista e do exame de polissonografia. O paciente permanece sob cuidados durante uma noite completa, enquanto são feitos os registros em aparelhos especiais. Todo o procedimento é totalmente indolor e não invasivo. Mede-se com eficiência a qualidade do sono, parâmetros respiratórios e neurológicos noturnos de uma pessoa. “A detecção precoce e tratamento imediato são as melhores maneiras de evitar-se muitos transtornos futuros”, ressalta o especialista.

a

a

Tv Catia Fonseca Atenção: ronco pode ser sinal de doença grave Jamal Azzam Jamal Azzam é médico e otorrinolaringologista.
Contato
Site: http://www.jamal.com.br/