William Bonner presta homenagem e compartilha vídeo emocionante sobre Ricardo Boechat

William Bonner Ricardo Boechat
William Bonner presta homenagem para Ricardo Boechat (Foto: Divulgação

jornalista William Bonner usou suas redes sociais nesta segunda-feira, 11 de fevereiro, para lamentar a morte de Ricardo Boechat.

Em seu perfil oficial no Instagram, o âncora do Jornal Nacional compartilhou um vídeo no qual aparece prestando sua última homenagem para o jornalista.

O Boechat foi um colecionador de prêmios e um colecionador de amigos. Acho que esse é um resumo pertinente para o que representou para todos nós, jornalistas. mas acho que todos nós também temos, hoje, uma tristeza avassaladora, não por perder esse cara tão legal que era o Boechat. Mas porque esse cara tão legal e tão interessante vai fazer muita falta nesse momento tão delicado para o jornalismo profissional“, foram algumas das palavras do jornalista da Rede Globo.

View this post on Instagram

A post shared by realwbonner (@realwbonner) on Feb 11, 2019 at 2:59pm PST

TESTEMUNHA REVELA DETALHES DA MORTE DE RICARDO BOECHAT

Ricardo Boechat (Foto: Divulgação)
Ricardo Boechat (Foto: Divulgação)

A morte do jornalista Ricardo Boechat nesta segunda-feira, 11 de fevereiro, pegou muita gente de surpresa. O âncora do Jornal da Band morreu após a queda do helicóptero no qual estava.

Leiliane Rafael da Silva em conversa com a Band, revelou que estava com o marido de moto na hora exata da queda do helicóptero e revelou detalhes sobre a morte do jornalista.

“Assim que o helicóptero desceu, eu vi uma pessoa caindo na pista. Na hora, vinha uma carreta e bateu na lateral do helicóptero, tanto que a porta passou por dentro do vidro do motorista do caminhão”, relatou em entrevista exibida durante o programa Brasil Urgente.

A testemunha então revelou que após atingir o caminhão, o helicóptero acertou o muro de proteção da pista e acabou ficando em cima da pessoa que tinha caído do helicóptero. Depois disso, veio a primeira explosão. “Eu fui a primeira pessoa a chegar. Eu tirei o moço do caminhão e corri para trás para ver se tinha alguém vivo. Tinha uma pessoa na pista e, quando cheguei perto, ela estava chamando com a mão.”

Questionada se essa pessoa se tratava de Ricardo Boechat, a testemunha confirmou: “Ele estava debaixo de uns pedaços do helicóptero. Eu ia pegar na mão dele, e veio uma pessoa e disse para não pegar, porque ele poderia me jogar para dentro do fogo. Aí [o helicóptero] pegou fogo de novo e explodiu”.