TV Cultura toma decisão surpreendente sobre o Viola, Minha Viola, um dos programas mais longevos da TV

Adriana Farias vinha comandando o Viola, Minha Viola, na TV Cultura, após a morte de Inezita Barroso. (Foto: Montagem/Reprodução)
Adriana Farias vinha comandando o Viola, Minha Viola, na TV Cultura, após a morte de Inezita Barroso. (Foto: Montagem/Reprodução)

TV Cultura bateu o martelo e decidiu cancelar o programa Viola, Minha Viola após 39 anos no ar

Um dos programas mais longevos em exibição na televisão brasileira, estando no ar há 39 anos, o Viola, Minha Viola está com o dias contados na TV Cultura.

Segundo informações do site Notícias da TV, a emissora paulista bateu o martelo e decidiu acabar com o programa clássico, que vinha sendo uma espécie de “refúgio” para a música caipira atualmente na televisão brasileira.

De forma oficial, a TV Cultura não confirma o cancelamento definitivo do Viola, Minha Viola, já que alega que a atração segue em exibição. Porém, as edições que estão indo ao ar tratam-se de reprises, e o último programa inédito foi gravado no ano passado. De toda forma, a emissora confirma que não produzirá novas edições da atração, e as reprises seguirão na grade de programação por tempo indeterminado, agora na faixa das 7h, aos domingos.

O Viola, Minha Viola estreou na TV Cultura no dia 25 de maio de 1980, inicialmente, sob o comando de Moraes Sarmento e Nonô Basílio. A atração, no entanto, ficou mais conhecida sob o comando de Inezita Barroso, que foi convidada para participar de uma edição do dominical naquele mesmo ano, e acabou agrandando tanto o público com suas músicas e suas histórias contadas, que de convidada, tornou-se apresentadora fixa até 2015, ano de sua morte, e ganhando o título de apresentadora mais idosa em atividade à época.

Após o falecimento de Inezita, a TV Cultura chegou a cogitar o cancelamento do Viola, Minha Viola. Porém, decidiu dar uma continuidade a atração, e nomes como os do ator Lima Duarte foram cotados para assumir a apresentação, mas o canal optou por escolher uma figura mais jovem: Adriana Farias, que participava do programa desde os tempos de Inezita.

Porém, após as gravações das últimas edições do programa em 2018, Adriana não teve o seu contrato renovado pela TV Cultura, e já deixou o time de apresentadores da emissora após dois anos.