Segundo Sol: Edgar se revolta e tem atitude inesperada ao descobrir que é filho de Zefa e irmão de Roberval

 Edgar e Zefa em Segundo Sol (Foto: Reprodução)

Edgar (Caco Ciocler) vai descobrir que é filho de Zefa (Claudia Di Moura) da pior maneira possível na novela Segundo Sol. Na sequencia que irá ao ar a partir do dia 24 de agosto, Rochelle (Giovanna Lancellotti) contará toda a verdade para a mãe, que fica em choque e parte para a casa dos Athaíde.

Estarão todos lá, inclusive Rochelle, quando a loira dispara: “Você precisa mudar essa sua atitude de derrotado, e pra isso precisa abrir seu olho, você tem que saber o que tá acontecendo aqui, dentro de sua família”. “Saber o que?”, questiona ele, e Zefa implora para que ela não diga nada.

 “Vai querer acabar de vez com Edgar, Karen? É assim que pretende ser uma pessoa melhor, chutando cachorro morto?”, questiona Severo, e o filho fica sem entender nada. “Vá, jogue a sua pá de cal em cima de meu filho”, ordena o falido. “Como o senhor é baixo… Eu não aguento mais vocês”, dispara Karen.

“Tá me faltando até ar aqui, ainda bem que não moro mais nesse mausoléu, que não faço mais parte dessa família podre”, completa ela, que sai correndo, desesperada, e Edgar vai atrás, até a casa de Roberval, onde implora para que ela diga o que está acontecendo.

“Desde que você disse que eu não conhecia os segredos da minha família que não paro de pensar nisso, vim até a toca do leão pra saber o que é que você sabe que eu não sei?”, questiona. “Ih, Edgar, esquece, eu nem faço mais parte dessa família, quem sou eu pra me meter?!”, responde ela.

Karen (Maria Luisa Mendonça) em cena de Segundo Sol (Foto: Divulgação/Globo)

Karen (Maria Luisa Mendonça) em cena de Segundo Sol
(Foto: Divulgação/Globo)

“Por favor, Karen, me diz! Pelo amor de Deus, pelos anos todos que a gente viveu junto, será que não lhe fiz feliz nem um pouquinho pra merecer essa consideração? Pela nossa amizade! Por nossas filhas”, implora, e ela responde na lata: “O Roberval… ele é seu irmão, Edgar. De mesmo pai e de mesma mãe”.

Ele fica pasmo com a descoberta, Karen oferece uma água, mas ele continua sem chão. “Toma, respira, se acalma”, oferece a loira. “Não é possível… Roberval é meu irmão… Zefa é minha mãe… mas como?!”, questiona. “Foi Dona Claudine que contou pra Roberval, pouco antes de morrer”, diz ela.

“Por isso ele foi embora daquela maneira, lembra? A gente pensou que foi por causa do seu caso com Cacau, mas foi porque ele descobriu que foi tratado a vida toda como filho da empregada quando a única diferença dele pra você era a cor da pele dele”, dispara. “A Zefa é minha mãe…”, reflete ele.

“Ela foi amante de seu pai desde que começou a trabalhar naquela casa, ainda uma mocinha… sua mãe, dona Claudine, sabia e concordava com isso, era um acordo velado entre eles. Pegaram você pra criar como se fosse filho, mas o Roberval não, ele ficou com Zefa”, dispara Karen, e Edgar fica se tremendo.

“É tudo tão absurdo… elas eram amigas, confidentes, Zefa cuidou da minha mãe até o fim… mas agora tudo faz sentido, as peças estão se encaixando… esse ódio todo de Roberval…”, diz ele. “A raiva que Roberval tem de Zefa é porque ela preferiu ficar com você, com seu pai, quando ele foi embora”, revela.

“Ele foi preterido pelo pai quando nasceu, e depois pela mãe, quando descobriu tudo isso… é muita crueldade”, afirma Karen. “Não tem perdão o que fizeram! Meu pai errou com ele, errou comigo, com a Zefa, que horror! A vida toda escondendo isso… eu nunca percebi, nunca nem desconfiei”, se revolta.

Edgar (Caco Ciocler) em cena de Segundo Sol (Foto: Reprodução/Globo)
Edgar (Caco Ciocler) em cena de Segundo Sol
(Foto: Reprodução/Globo)

“Roberval não é esse monstro alucinado que você pensa que ele é, ele foi ferido e tá revidando, vive pra se vingar desse pai”, diz ainda Karen, e Edgar se revolta ainda mais: “Chega, Karen, para de falar, chega! Chega… Chega…”. Ele então parte para a casa de Cacau (Fabíula Nascimento) e começa a chorar.

“Eu descobri que o Roberval é meu irmão, Cacau”, diz ele, chorando. “É uma grande piada de mau gosto que meu pai fez de minha vida… Eu sempre tratei Zefa como uma empregada esses anos todos…”, revela ainda. “Meu Deus! Mas ela nunca saiu de seu lado, Edgar”, orienta Cacau;

“Ela foi sim uma segunda mãe pra mim, desde que minha mãe morreu, então, nem se fala… Mas por mais carinho que eu tivesse por ela, eu sempre tratei ela como uma empregada! E agora, Cacau, como eu me relaciono com ela, quê que eu digo pra ela?”, questiona ele no final da sequência, inconsolável.

A partir daí, Segundo Sol ganha mais uma reviravolta.