O Sétimo Guardião terá relação polêmica entre padre e dançarino na Globo

Personagem decepciona o pai em O Sétimo Guardião (Foto: Reprodução/Globo)

A novela O Sétimo Guardião estreou na última segunda-feira (13) na Globo e já está dando o que falar. No entanto, nos próximos capítulos, ela promete causar muito burburinho nas redes sociais com uma relação pra lá de polêmica entre o dançarino Bebeto (Eduardo Speroni) e o padre da cidade.

Tudo porque o rapaz é fascinado pela dança, mas o seu pai sonha com um filho jogador de futebol e o reprime durante toda a primeira fase da trama. É aí que o personagem passa a dividir o seu sofrimento com o padre Ramiro (Ailton Graça) no confessionário da igreja e é incentivado a investir na sua vocação.

O padre então coloca a casa paroquial à disposição do rapaz para ensaios e, a partir daí, entra a polêmica. O religioso começa a ser professor de dança de rua do garoto, já que, nos próximos capítulos, será revelado ao público que ele não é apenas fã desse estilo da dança, mas também um exímio dançarino.



Ailton Graça é um padre em O Sétimo Guardião (Foto: Reprodução/GShow)

Nesse meio tempo, o garoto terá o seu segredo descoberto e Nicolau (Marcelo Serrado) proibirá o filho de participar de um concurso na capital, além de colocá-lo castigo por isso. Revoltados, os moradores da cidade começam a boicotar o trailer, caso ele não aceite a escolha do filho.

Eduardo Speroni interpreta Bebeto em O Sétimo Guardião (Foto: AgNews)

Dessa forma, o homem começa a ser obrigado a aceitar e promover apresentações públicas do filho para reconquistar sua clientela. Assim, Bebeto se vê livre do que o prendia e é convidado para fazer parte do grupo de bailarinos que acompanha a famosa cantora Luisa Sonza, que vai pessoalmente convencer Nicolau a aceitar a vocação do filho.