Neta de Chico Buarque e Marieta Severo, filha de Carlinhos Brown estreia na Globo; saiba mais

 
Clara Buarque estará na Globo (Foto: Reprodução)

Já pensou você ter como avós nada menos que o maior nome vivo da música brasileira, Chico Buarque, uma das maiores atrizes do Brasil, Marieta Severo, e ser filha de Carlinhos Brown? Pois é essa a família da atriz Clara Buarque, que estreará na Globo em breve.

Clara tem 20 anos e estreará na emissora após passar no teste para fazer a Inês em Éramos Seis, como informa a jornalista Carla Bittencourt. Éramos Seis foi uma novela de grande sucesso no SBT baseada em um livro homônimo e escrita por Silvio de Abreu, hoje “chefão” da teledramaturgia da Globo. Acontece que o autor conseguiu reaver os direitos da trama e fará o remake não no SBT, mas na própria Globo.

 

Clara Buarque estará na Globo (Foto: Reprodução)
Clara Buarque estará na Globo (Foto: Reprodução)

Clara Buarque interpretará na novela da Globo uma mocinha romântica e inocente. Ela é fruto do casamento do baiano Carlinhos Brown com Helena, filha do meio de Marieta Severo e Chico Buarque. Esse é o primeiro papel da beldade como atriz, contudo ela dava indícios de que seguiria os passos artístico da família.

Chico Buarque (Foto: Divulgação)
Chico Buarque (Foto: Divulgação)

 

A jovem já gravou uma canção com o avô, a Dueto, que fez parte da trilha sonora da novela das nove Segundo Sol. Agora, Clara já começou a se preparar para o remake da trama e as filmagens começarão em julho. Éramos Seis vai ser a substituta de Órfãos da Terra a partir de 1º de outubro no horário das 18h da Globo.

Marieta Severo em cena de O Outro Lado do Paraíso (Foto: Reprodução/Globo)
Marieta Severo em cena de O Outro Lado do Paraíso
(Foto: Reprodução/Globo)

MAIS SOBRE A GLOBO

A Globo continua sendo, indiscutivelmente, o maior veículo de comunicação do Brasil. Vista por milhões de brasileiros todos os dias, o canal também é constantemente atacado por questões políticas, seja por “bolsominions”, seja por “petralhas”. Essa dualidade prova, de certa forma, a imparcialidade do canal no jornalismo.

Se em outros momentos da história, como no apoio à Ditadura Militar, o canal claramente pendeu pra um lado da balança, atualmente consegue incomodar tanto quem está à direita quanto quem está à esquerda. Dadas as circunstâncias, com um governo claramente destro, o primeiro grupo é o que mais monta sua artilharia contra o canal atualmente.

O atual Presidente da República, Jair Bolsonaro, por exemplo, não concede entrevistas à emissora. Após assumir o governo, o político já conversou de maneira exclusiva com as suas preferidas, Record e SBT, e também com outros canais menores, como Band e RedeTV! Com a Globo, nenhum segundo.

Seus seguidores mais fanáticos compram fácil o discurso de parcialidade que é levantado pelo staff do capitão e prometem consecutivos boicotes à emissora dos Marinhos. Como sempre aconteceu, são inúteis, já que não acabam impactando na audiência final registrada pela emissora.