Miá Mello desabafa sobre ser mãe e faz revelação: “Um Menino sensível”

A atriz Miá Mello (Foto: Reprodução/Globo)
A atriz Miá Mello (Foto: Reprodução/Globo)

Miá Mello revela detalhes sobre a criação dos filhos sem distinção de raça e gênero: uma filha forte e um filho sensível.

Miá Mello, diferentemente de Tatá Werneck, está vivendo a experiência da maternidade pela segunda vez e, apesar de não ser mãe de primeira viagem, afirma que na vida real, não consegue tirar “tudo de letra”. A atriz é mãe de Nina e Antônio, de 10 e 2 anos, respectivamente, e declarou que foi a única a participar de um cursinho para mães durante a segunda gestação

 

A diferença de idade entre os filhos faz toda diferença na criação deles, são épocas bastante distintas, afirma Miá Mello. A atriz também revelou que faz o possível para que não exista diferença na criação dos filhos, uma menina e um menino. Ela afirmou que um dos pilares de sua casa é “a não diferença de raça ou gênero”. Miá declarou que sempre afirma para Nina, que a filha pode fazer tudo que tenha vontade, contanto que tenha responsabilidade.

Miá Mello contou um pouco mais sobre a personalidade da filha, “Ela é uma menina ativa, inteligente, que ama jogar futebol. Quando ela mudou de escola, não tinha um time feminino e as meninas só podiam usar a quadra a cada 20 dias, então falei ‘filha, vai lá e lute pelos seus direitos”.

A atriz revelou que durante sua segunda gravidez tinha certeza que seria outra menina e a descoberta que viria Antônio aa deixou um pouco preocupada. Miá Mello contou dos desafios para a chegada do filho: ” Pensava que é lindo criar uma menina forte, poderosa, empoderada, que sabe o que quer, é algo admirado por boa parte da sociedade. Fiquei com medo do desafio de criar um menino sensível, que goste de balé, que use laços, rosa, que pinte a unha, que são coisas que eu quero usar na educação dele, da mesma forma que fiz com a Nina. Quero que ele saiba que pode fazer tudo o que quiser e puder”.

Miá Mello comentou da parceria do marido, Lucas Melo, que sempre divide as responsabilidades com o filho e com a enteada. A atriz salienta que o papel de Lucas não é uma ajuda e dispara muitos elogios: “Extremamente sensível, feminista, escuta mais do que fala e tem uma inteligência emocional incrível.” Completou ela: ” É meu companheiro, alguém com quem eu falo ao final de todos os meus dias para contar o que aconteceu, faz absolutamente as mesmas tarefas que eu faço e acho muito primitivo quando escuto de alguém que o marido não troca fraldas, por exemplo. Eu fico chocada! “.

Miá Mello também comentou sobre a educação dos filhos e em que aspectos trabalha na construção do caráter dos pequenos, e concluiu: “A educação é a longo prazo, baseada em exemplos, você tem de se esforçar para ser um bom exemplo para seus filhos, então tudo isso dá muito trabalho. Fico pensando ‘que tipo de seres humanos eu vou deixar para viverem e voarem para longe de mim?’ Sinto muito orgulho deles e acho que são bem fincados nos valores que eu passei. Acho que, no fundo, estou fazendo um serviço de libertação às outras mulheres para poderem falar também”.

 

Miá Mello (Foto: Divulgaçãao/Reprodução)