Marina Ruy Barbosa intervém no caso João de Deus e impede uma grande tragédia

Marina Ruy Barbosa e João de Deus (Foto: Reprodução)

A atriz Marina Ruy Barbosa resolveu intervir no caso João de Deus, médium que foi preso por abuso sexual. Arrasada com o que tem acontecido com as mulheres brasileiras, ela fez um desabafo em seu perfil no Instagram e acabou impedindo, por hora, uma grande tragédia.

“OUÇAM AS MULHERES! A maior quebra de silêncio da história. Até hoje, 330 mulheres se uniram para denunciar o mesmo homem. Por assédio, estupro, pedofilia, incesto praticados há décadas. Décadas em que cada uma delas silenciou, foi desacreditada ou ameaçada de morte”, escreveu Marina Ruy Barbosa em seu perfil.

“Essas 330 mulheres não são loucas, mentirosas, invejosas. Elas são vítimas. Vítimas de um homem poderoso que usa Deus como sobrenome. Elas são vítimas de séculos de silenciamento. Mas o tempo das mulheres chegou. Empoderadas por todas as denúncias que vieram antes, no Brasil e no mundo, elas decidiram se unir e falar”, afirma.

“É hora de investigar e punir quem tiver que ser punido. É hora de justiça. Parabéns pela coragem de todas as mulheres envolvidas nesta histórica quebra de silêncio. Nós estamos com vocês”, completou, no post sobre João de Deus. Foi aí que uma fã a surpreendeu com um comentário triste, dizendo que estava pensando em se suicidar.

 

View this post on Instagram

 

OUÇAM AS MULHERES! “A maior quebra de silêncio da história. Até hoje, 330 mulheres se uniram para denunciar o mesmo homem. Por assédio, estupro, pedofilia, incesto praticados há décadas. Décadas em que cada uma delas silenciou, foi desacreditada ou ameaçada de morte. Essas 330 mulheres não são loucas, mentirosas, invejosas. Elas são vítimas. Vítimas de um homem poderoso que usa Deus como sobrenome. Elas são vítimas de séculos de silenciamento. Mas o tempo das mulheres chegou. Empoderadas por todas as denúncias que vieram antes, no Brasil e no mundo, elas decidiram se unir e falar. É hora de investigar e punir quem tiver que ser punido. É hora de justiça. Parabéns pela coragem de todas as mulheres envolvidas nesta histórica quebra de silêncio. Nós estamos com vocês.” A voz de todas importa sim! ?? #ouçamasmulheres

A post shared by Marina Ruy Barbosa (@marinaruybarbosa) on

“Fui vítima de abuso do meu irmão e padrasto, não contei na época e carrego um fardo que acaba hoje. Porque decidi dar um fim à minha vida. Deus tenha misericórdia de mim”, anunciou a mulher. Marina, imediatamente, a impediu: “Ei! Não precisa carregar fardo nenhum. A culpa NÃO é sua!”. Confira os comentários:

XUXA

A apresentadora Xuxa Meneghel se posicionou sobre o polêmico João de Deus, suspeito de abusar sexualmente crianças e mulheres durante atendimentos. Em uma confissão no Instagram, ela alega que acreditou piamente nas suas palavras no passado e disse que teve um carinho especial por ele.

Xuxa e João de Deus (Foto: Reprodução)

A loira explicou que chegou a gravar com o homem uma matéria que não foi ao ar na Globo, mas pediu perdão por ter divulgado o documentário do suspeito e acreditado na sua bondade.

O vídeo foi publicado na tarde desta quinta-feira (13), e Xuxa iniciou dizendo: “Oi, gente! Estou aqui para falar do seu João de Deus”.

Xuxa Meneghel (Foto: Reprodução)

“Eu conheci, fiz uma gravação que não foi ao ar na Globo, mas conheci e tive um carinho por aquela pessoa, mas infelizmente me enganei feio. Quero vir aqui e pedir desculpas porque já divulguei o documentário dele e falei que era uma pessoa legal e tudo. Estou até envergonhada”, lamentou ela sobre João de Deus.

E advertiu: “Falando em vergonha, queria que vocês entendessem que essas pessoas não fizeram a denúncia no passado por vergonha e medo. Mas quero dizer a todas vocês mulheres que estou com vocês. Sinto muito de verdade. Se tiver mais mulheres, denunciem! Ele tem que pagar por isso”.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Xuxa Meneghel (@xuxamenegheloficial) on