Kéfera recebeu calcinha como presente de Natal e ficou chateada; saiba quem a presenteou

Kéfera fez revelação sobre presente de Natal (Foto: Divulgação)
Kéfera fez revelação sobre presente de Natal (Foto: Divulgação)

Entregar presentes é algo que sempre tem que ser feito com cautela, já que nem sempre sabemos se a pessoa vai se agradar. Quem já recebeu um presente que não curtiu foi Kéfera, que foi convidada pelo site Gshow a revelar o melhor e o pior presente de Natal que já recebeu.

Eu já ganhei o melhor e o pior presente de Natal e eles conseguiram ser os mesmos, só que em épocas diferentes da minha vida“, iniciou a atriz, que revelou ter recebido uma calcinha de sua avó.

“Quando eu tinha 7 anos e a minha avó me deu meia e calcinha, eu fiquei chateada. Só que agora, se a pessoa me der meia e calcinha, eu fico muito feliz”, explicou a morena.

KÉFERA SE ENVOLVEU EM POLÊMICA RECENTEMENTE

A atriz e youtuber Kéfera Buchmann viu seu nome envolvido em mais uma polêmica após protagonizar uma discussão ao vivo durante o Encontro com Fátima Bernardes. Acontece que Kéfera agora está sendo perseguida por conta de tweets antigos. “Ué Kéfera, mas o feminismo não fala que a mulher pode usar o que quiser?”, questionou uma seguidora ao publicar um tweet antigo da atriz.

“Estou com nojo do povinho que conheço daqui de Curitiba. Um bando de vagabundinha de vestido curto e uns marombas com bebida”, escreveu ela em sua rede social em postagem de 2011. Após a enxurrada de críticas, Kéfera decidiu se manifestar: “Esse tweet é de oito anos atrás, pessoas mudam. Fiz até um vídeo falando sobre isso, o tanto de merda que eu já falei antes de conhecer e estudar sobre o movimento”, afirmou.

Kefera Buchmann durante participação no Encontro (Foto: Reprodução/Globo)
Kefera Buchmann durante participação no Encontro (Foto: Reprodução/Globo)

“Alguns tweets são meus, não vou negar. Falava e pensava muita merda, e quem não? Agora tem várias montagens e fake news rolando por aí”.

“Pego vídeos antigos do meu canal e faço reações de algo que falei há cinco anos, por exemplo. Mostro o ponto de vista antigo e o atual. Uma forma de ver a gente evoluindo. Claro que há situações que gostaríamos de viver de novo por causa das risadas, bons momentos, mas não queria voltar no tempo para mudar nada, porque assim não me tornaria o que sou hoje”, avaliou.