Joelma revela medidas necessárias que fez pra perdoar Chimbinha e choca com segredo bizarro: “não quero isso dentro de mim”

Paulo Gustavo, Banda Calypso, Joelma, Chimbinha. Jon Hamm, Don Draper
Crédito: Divulgação

Joelma surpreendeu a todos ao revelar como perdoou o ex-companheiro, Chimbinha. Em entrevista ao jornalista Raphael Acioli, a cantora contou que precisou ficar três noites de joelhos e orando. O bate-papo foi ao ar nesta segunda-feira (20), no canal no Youtube,’Trago Verdades’.

 

“Já perdoei. Foi difícil porque eu lembro que comecei a sentir muita coisa ruim dentro de mim, e eu disse pra Deus que precisava perdoar e pedi ajuda, porque eu não conseguia. Fiquei três noites de joelhos chorando e disse: ‘eu não quero isso dentro de mim porque está me fazendo mal’”, disse Joelma.

A loira ainda relatou que precisou ficar em jejum durante sete dias: “recebi uma mensagem de uma pastora de Belém. Ela disse para eu fazer sete dias de jejum, e no final de cada jejum apresentar um copo com água, porque a água na Bíblia representa o Espírito Santo. E falou que quando eu tomasse essa água, dizer assim: ‘Deus, que essa água, que representa o Espírito Santo, amoleça o mal que está dentro de mim, que está petrificado dentro de mim’. E assim eu fiz. No sétimo dia eu consegui perdoar, graças a Deus”.

 

Joelma e Chimbinha se separaram em 2015 após 18 anos de união. O término do relacionamento marcou também a saída da cantora da banda Calypso. O casal se separou após surgirem rumores de uma suposta traição por parte do do músico.

Joelma se separou de Chimbinha após traição Foto: Reprodução | Instagram
Joelma se separou de Chimbinha após traição Foto: Reprodução | Instagram

No ano passado, ao programa Sensacional, da RedeTV!, Joelma já havia detalhado o processo de perdão após o fim de seu casamento com o guitarrista Chimbinha. Na época do rompimento, em 2015, ela declarou ter sido agredida por ele. “Perdoei várias e várias vezes… Só que as pessoas só conhecem a última [briga], entendeu? 17 anos não são 17 dias, então eu perdoei várias vezes, voltei várias vezes”, disse à atração.

 

Por conta do episódio triste em sua vida, a loira pensou em parar a carreira. “Pensei em dar uma parada para me recompor, me recuperar, porque para mim foi um choque. Não pensava nunca na minha vida em seguir carreira solo”, explicou. Joelma contou, ainda, que o apoio dos fãs foi fundamental para ela seguir adiante como artista.

Assista o vídeo na íntegra:

Vale lembrar que abrindo as celebrações do período junino, a 11ª edição do Forrozão do Galo será realizada na Praça Sérgio Loreto, no bairro de São José, nos dias 31 de maio e 1º de junho, a partir das 19h. O evento é gratuito e seguirá o mesmo formato do ano anterior, contará com cinco polos, que trarão diferentes abordagens e prometem atrações para todas as idades. Entre os nomes confirmados estão Elba Ramalho, Joelma e Michelle Melo.

Os polos culturais estarão localizados ao redor da praça Sérgio Loreto e serão palco para diversas manifestações populares. Na sexta-feira (31), o Polo Forró, recebe Elba Ramalho, Michelle Melo e a Banda Fulo de Mandacaru, entre outros. No sábado (1º), é a vez da cantora Joelma, Gustavo Travassos e o Forró do Muído.

 

O Polo Instrumental/Raízes recebe grupos de coco, embolada, ciranda, xote e xaxado. No Polo das Artes haverá a exposição da vila cenográfica com elementos típicos do interior nordestino. Já o Polo Infantil conta com apresentações de dança e quadrilhas juninas. Também terá o Polo Gastronômico, onde estarão a venda principalmente pratos típicos do período junino.

Esse ano o Forrozão reúne elementos culturais nordestinos e usa como tema os principais santos dessa época, para representar o período de plantio e de colheita do milho, temática principal da festa. Para representar esse período haverá um cortejo cênico, que desfilará pelas ruas do bairro de São José em um percurso de aproximadamente 2km. Ele será composto por elementos tradicionais desse período como: bacamartes, andor de São João, grupos de pífano e xaxado, além de desfile de bonecos gigantes, carros alegóricos com figuras folclóricas, quadrilhas juninas, fogos de artifício e desfile de trios elétricos comandados por atrações regionais.

O Forrozão do Galo, também realiza ações inclusivas junto as comunidades no entorno a sede do Galo. O evento cadastrou e firmou parcerias com grupos de reciclagem e disponibilizou barracas para que os moradores locais possam aproveitar a oportunidade para se divertir e também para gerar renda.