Globo junta novelas e usa estratégia ousada para atrair audiência

 Novelas da Globo que usaram de boa estratégia (Foto: Montagem/TV Foco)
Globo usa de estratégia ousada para promover suas produções

Crossover na ficção é quando um ou alguns personagens, acontecimentos ou cenários, interagem num mesmo “produto” de mídia para consumo como por exemplo: filmes, quadrinhos, seriados, e entre outros. Isso sem ter necessariamente uma ligação um com o outro.

Os folhetins das sete mais recentes são os que mais possuem crossovers. Vamos relembrar os mais geniais? Confira:

 TORRE DE BABEL E BELÍSSIMA

O atual diretor de dramaturgia da Globo é o também autor Silvio de Abreu, em 1998 ele escreveu a novela Torre de Babel. Nesta trama, o ator Cacá Carvalho interpretou o famoso e marcante Jamanta. Anos depois, Silvio resolveu ressuscitar o personagem na novela Belíssima de 2005.

Em sua volta a ficção, a grande sacada da trama foi a cena que exibiu o bordão: “Jamanta não morreu”. Atualmente a novela está sendo reprisada no Vale A Pena Ver de Novo.

ELAS POR ELAS E TI TI TI

 O ator reviveu o personagem “Mário Fofoca” (Foto: Reprodução/João Miguel Júnior/Globo)

O remake da novela Ti Ti Ti criada por Maria Adelaide Amaral, contou com o ator veterano Luís Gustavo revivendo o personagem, Mário Fofoca, um dos detetives particulares mais atrapalhados da dramaturgia da Globo.

A primeira aparição dele foi em Elas por Elas da autoria de Cassiano Gabus Mendes. Esse crossover de personagens, dessa vez de outras produções da casa, na novela Maria Adelaide aconteceu também com as atrizes Eva Todor, Vera Zimermann e Marília Pêra.

TOTALMENTE DEMAIS E HAJA CORAÇÃO

Em 2016, a novela Totalmente Demais começou um “legado” com relação a crossovers. No começo do folhetim estrelado por Marina Ruy Barbosa. O ator Stênio Garcia interpretou um caminhoneiro que deu carona a protagonista, muitos telespectadores entenderam a referência clara do seriado da Globo Carga Pesada.

Já no último capítulo da trama, Carolina Castilho (Juliana Paes) é surpreendida por Fedora (Tatá Werneck) que lhe pediu um favor. Essa seria a melhor forma de Totalmente Demais passar o bastão para a sucessora Haja Coração.

MISTER BRAU, ROCK STORY E PEGA PEGA

Com o fim da novela Haja Coração de Daniel Ortiz, Rock Story de Maria Helena Nascimento foi ao ar em 2016. Em uma ação da emissora para promover a volta de Mister Brau do mesmo ano, os protagonistas do seriado Brau (Lázaro Ramos) e Michelle (Taís Araújo) reencontraram seu amigo Gui (Vladimir Brichta) na gravadora da novela.

Já no final da trama, como que virou costume da Globo, a protagonista de Pega Pega, Luíza Guimarães (Camila Queiroz) apareceu na ficção como amiga de Yasmin (Marina Moschen). E mais um bastão é passado entre as novelas das sete.

Os protagonistas da série invadiu a trama da novela “Rock Story” (Foto: Reprodução)
PEGA PEGA E DEUS SALVE O REI

Na novela de 2017 escrita por Claudia Souto que retratou um roubo milionário do hotel Carioca Palace. O personagem Gabriel (Antônio Guilherme Cabral) e Drica (Leandra Caetano) sonham com o reino fictício de Artena, ambiente medieval de Deus Salve o Rei. As crianças encontraram com Amália (Marina Ruy Barbosa). A trama medieval escrita por Daniel Adjafre acabou há pouco tempo.

ORGULHO E PAIXÃO E O TEMPO NÃO PARA

A novela das sete de Mário Teixeira que estreou recentemente na tela da Globo, O Tempo Não Para teve a ajudinha de divulgação da atual novela das seis de Marcos Bernstein. Elisabeta (Nathalia Dill), protagonista de Orgulho e Paixão, citou a morte da família Sabino da novela dos congelados.