Globo cancela duas novelas e dá fim ao horário das 23h após sete anos

Rodrigo Lombardi e Camila Queiroz protagonizaram Verdades Secretas. (Foto: Divulgação)
Rodrigo Lombardi e Camila Queiroz protagonizaram Verdades Secretas. (Foto: Divulgação)

A Globo decidiu cancelar duas novelas das onze e acabar com o horário de uma vez por todas, após sete anos produzindo, anualmente, novelas e “superséries”, desde a estreia do remake O Astro. Foram vários remakes, a inédita Verdades Secretas, e séries consagradas que passaram pelo horário ao longo desse período.

No entanto, segundo o jornalista Daniel Castro, nenhuma das sinopses apresentadas empolgaram o canal, que rejeitou dois trabalhos do autor Euclydes Marinho e adiou uma minissérie de Maria Adelaide Amaral. Para o lugar das novelas das 11, estão escaladas duas séries prontas,Assédio e Se Eu Fechar os Olhos Agora.

Elas ocuparão o espaço que era destinado aos folhetins, entre abril e setembro, dividindo o horário com a série do filme Chacrinha: O Velho Guerreiro, BBB e The Voice Brasil, além de um novo formato em andamento. O horário já estava consagrado, mas ainda enfrentava algumas crises de audiência.

Em 2019, a opção seria Sem Limite, de Euclydes Marinho, com a junção de obras de Nelson Rodrigues (1912-1980), que abordava casos de estupro, pedofilia, adultério e incesto. Depois de cancelada, havia ainda a opção de produzir O Selvagem da Ópera, de Maria Adelaide Amaral, mas ela só estreará em 2020.

Série Assédio foi o destaque da Globo em evento internacional. (Foto: Ramón Vasconcelos / TV Globo/Divulgação)
Série Assédio foi o destaque da Globo em evento internacional. (Foto: Ramón Vasconcelos / TV Globo/Divulgação)

Sua produção requer mais cuidado nas gravações e não haveria tempo para que a produção musical, figurinos e gravações na Itália ficassem prontos até lá. Teve também a opção de produzir a minissérie Irmãos de Sangue, de Euclydes Marinho, mas o projeto não foi aprovado e acabou sendo engavetado.

O horário então passará por um ano sabático, com a exibição de Assédio, já gravada e disponível no Globoplay, e Se Eu Fechar os Olhos Agora, de Ricardo Linhares.

MUDANÇA NO ALTAS HORAS

A Globo tem passado por algumas mudanças nas últimas semanas e uma delas foi a troca de diretores nos mais diferentes setores. Essas alterações, aliás, mexeram diretamente com o cronograma de um dos programas da emissora carioca: o Altas Horas.

Serginho Groisman no Altas Horas (Foto: Reprodução/Globo)
Serginho Groisman no Altas Horas (Foto: Reprodução/Globo)

De acordo com informações da jornalista Cristina Padiglione, do jornal Agora São Paulo, a atração a partir de 2019 será gravada às terças e não às quintas como é atualmente.

A ideia é turbinar ainda mais o Altas Horas. É que com a antecipação da gravação, o apresentador Serginho Groisman terá a oportunidade de receber outros grandes nomes da música, já que a agenda deles é mais livre na terça que na quinta.

PALOMA DUARTE RETORNA À EMISSORA

Paloma Duarte já está de malas prontas para seu retorno à Globo! A atriz não pisa nos estúdios da emissora carioca desde 2004, quando atuou na novela Começar de Novo. De 2006 a 2013 a atriz trilhou o seu caminho na Record, onde integrou o elenco de cinco produções, nenhuma dela bíblica.

Paloma em cena na Record. (Foto divulgação)

De acordo com informações da jornalista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, Paloma foi escalada para a nova temporada da novelinha Malhação. Apesar de ter começado na Globo e passado longos anos por lá, essa será a primeira aparição de Paloma na trama juvenil.

Além dela, a direção já escalou o ator Henri Castelli. Henri será o dono de uma ONG responsável por dar treinamento de muai-thay para jovens carentes do local. A preparação para a nova temporada começa em janeiro e a estreia acontece em março do ano que vem.

VALE A PENA VER DE NOVO

Há um certo tempo, a Globo vem enfrentando dificuldades para conter o avanço da Record no fim de tarde. Com o Cidade Alerta, comandado por Luiz Bacci, a emissora de Edir Macedo assusta o canal carioca com índices bastante próximos. As atrações mais prejudicadas são Malhação e a nova novela das seis, Espelho da Vida.

Cordel Encantado: o amor de Jesuíno e Açucena está de volta no Vale a Pena Ver de Novo (Foto: Reprodução)
Cordel Encantado: o amor de Jesuíno e Açucena

De olho nisso, a Globo tomou uma atitude. Após uma sequência de novelas das nove, com Senhora do Destino, Celebridade e Belíssima, a direção escolheu a reprise de Cordel Encantado, folhetim das 18h exibida em 2011, para o Vale a Pena Ver de Novo. Procurada pelo TV Foco, a assessoria da emissora confirma a informação. A previsão é estrear em janeiro.

Escrita por Duca Rachid, Thelma Guedes e Thereza Falcão, com colaboração de Júlio Fischer, Manuela Diase Daisy Chaves, a obra conta a fábula sobre dois universos distintos: o encantamento da realeza europeia e as lendas heroicas do sertão brasileiro. Localizada no Sertão Nordestino, a trama aborda o triângulo amoroso entre Açucena, Jesuíno e Timóteo.

Quando exibida originalmente, Cordel Encantado registrou alta audiência. Ao todo, foram 24 pontos de média geral na Grande São Paulo. Em diversos capítulos, a novela chegou aos 30 pontos. No último capítulo, Cordel alcançou 34 pontos e 55% de share.

Cordel Encantado de volta no Vale a Pena Ver de Novo (Foto: Reprodução)

O folhetim contou com os atores Bianca Bin, Cauã Reymond, Nathália Dill, Jayme Matarazzo, Débora Bloch, Carmo Dalla Vecchia, Maurício Destri e Bruno Gagliasso nos papéis principais.

Dessa forma, a Globo pretende alavancar a sessão de reprises para que assim consiga impulsionar as demais produções exibidas na sequência, Malhação e Espelho da Vida, que sofrem diariamente com os baixos índices de audiência. Somente com o início do SP2 que a Globo começa a abrir uma boa vantagem na liderança.