Felipe Neto faz desabafo após vazamento de vídeo íntimo

Depois da divulgação do seu vídeo íntimo, o youtuber Felipe Neto resolveu se manifestar em seu canal no YouTube. No vídeo, ele fala ter levado um susto ao se deparar com o seu nome entre os assuntos mais comentados das redes sociais.

“Eu acordei hoje e a primeira coisa que faço é ver como estão as notícias e conversar com as pessoas mais próximas a mim. E chegou uma mensagem do Bruno falando: ‘Felipe, vazou um vídeo seu se tocando’. Falei: ‘Tá, qual é a piada?’. Eu entrei no Twitter e vi que estava nos principais assuntos. E vi que tinha um nude meu vazado de 3 anos atrás. Eu demorei um pouco a acreditar no que estava acontecendo. No início eu fiquei confuso, meio pasmo e sem saber o que fazer. No início foi bastante tenso”, contou.

Em seguida, ele relatou que reuniu os seus funcionários, para saber o que fazer: “Convoquei minha equipe, tenho uma equipe maravilhosa da parte jurídica, assessoria de imprensa, para pensar o que fazer. O que falo? O que faço? Vazou um vídeo íntimo meu, isso é crime, isso é extremamente errado. Todos eles falaram em processar, entrar na justiça, acionar a polícia. Mas o que vou falar? Como vou me posicionar? Veio a sugestão de ignorar, só nos posicionar dizendo que vamos tomar as medidas cabíveis. Aí falei: ‘Faço piada de tudo na minha vida e não vou fazer piada do meu pinto?’”, disse ele, que em seguida mostrou os memes que surgiram em relação ao vídeo vazado.

Já no final da gravação, de forma mais séria, Felipe disse que processará os responsáveis pelo vazamento do seu vídeo íntimo: “Você não pode compartilhar um nude achando que não está cometendo um crime. Todas as pessoas que compartilharam, divulgaram o vídeo, serão processadas criminalmente. A equipe dos advogados já está trabalhando nisso. Não é simplesmente ao dano causado a mim e minha imagem. É óbvio que isso existe, vai causar dano, pai e mãe vai ver e ai levar para o lado errado, não vai levar em consideração que eu sou a vítima da história. Porém, essas pessoas serão processadas porque não podemos deixar passar impune, não importa quem seja a vítima da situação, as medidas precisam ser tomadas”.

Confira o vídeo completo a seguir!