Carcereiros: Erika ajuda a desvendar um terrível esquema no último episódio da temporada

Letícia Sabatella (Érika) na série Carcereiros (Foto: Divulgação/Beto Besant)
Letícia Sabatella (Érika) na série Carcereiros
(Foto: Divulgação/Beto Besant)

Erika (Letícia Sabatella) corre grandes riscos durante o episódio de Carcereiros que vai ao nesta quinta-feira, dia 6, fechando a primeira temporada da série. Tudo começa quando Juçara (Heslaine Vieira, em participação), uma mulher aparentemente perturbada que ela conhece na prisão, pega o bebê de uma terceira presidiária durante um momento de descuido, apenas para ter o prazer de ninar a criança em sua cela.

O desespero da mãe que vê o filho sumir em segundos desperta a ira de uma agente carcerária, que toma a criança de Juçara. Em contrapartida, o olhar de ternura de Juçara sobre o bebê desperta a atenção de Erika. A parceira de Adriano (Rodrigo Lombardi) é solidária à aparência sofrida da moça, que é tida como louca no presídio por acusar a todos de terem roubado o seu próprio filho recém-nascido após o parto.

Adriano (Rodrigo Lombardi) e Juscelino (Aílton Graça) na série Carcereiros (Foto: Globo/Ramón Vasconcelos)
Adriano (Rodrigo Lombardi) e Juscelino (Aílton Graça) na série da Globo.
(Foto: Globo/Ramón Vasconcelos)

O desenrolar dos fatos, porém, vai fazendo com que Erika acredite cada vez menos na loucura de Juçara e mais no que ela diz sobre o sumiço de seu bebê, principalmente quando a moça aparece morta na prisão. O boato que corre entre as celas é que ela se matou. Mas Erika sabe que a história não é bem essa, já que na calada da noite anterior, ela própria testemunhou o assassinato da presidiária. A partir daí, Erika sente que está em perigo por saber a verdade, e resolve contar tudo para Adriano. Com medo pela segurança da amada e impulsionado pelo seu faro investigativo, ele resolve averiguar o caso, descobrindo um plano terrível.

Carcereiros é uma série assinada por Fernando Bonassi, Marçal Aquino e Dennison Ramalho, escrita com Marcelo Starobinas, livremente inspirada na obra de Drauzio Varella. Coprodução da Globo com a Gullane e a Spray Filmes, a obra tem direção geral de José Eduardo Belmonte e direção de episódios de Belmonte e Fernando Grostein.