Após Orgulho e Paixão e reprise de Por Amor, Gabriela Duarte é escalada para novo trabalho na Globo

A atriz Gabriela Duarte foi criticada por causa da personagem de Por Amor (Foto: Divulgação)
A atriz Gabriela Duarte está no elenco de uma das próximas novelas das sete. (Foto: Divulgação)

Fora do ar desde o término da novela Orgulho e Paixão no ano passado, Gabriela Duarte retorno há pouco tempo com a reprise de Por Amor, atualmente no Vale a Pena Ver de Novo. Mas a atriz já acertou o seu retorno para as tramas inéditas da TV Globo.

Segundo informações da jornalista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, Gabriela fechou e estará no elenco de Salve-se Quem Puder, uma das próximas novelas das sete da emissora carioca. A trama, do autor Daniel Ortiz, vai substituir Bom Sucesso no horário a partir do primeiro trimestre do ano que vem.

Julieta (Gabriela Duarte) e Aurélio (Marcelo Faria) em cena de Orgulho e Paixão (Foto: Globo/Estevam Avellar)

Julieta (Gabriela Duarte) e Aurélio (Marcelo Faria) em cena de Orgulho e Paixão
(Foto: Globo/Estevam Avellar)

Além de Gabriela, a novela já conta os atores: Bianca Bin e Thiago Fragoso, que devem viver novamente um casal, Flávia Alessandra e Juliana Paiva, mãe e filha, e Grace Gianoukas. A comédia romântica tem como início a travessia da mocinha (Flávia Alessandra) do México para os Estados Unidos no início da década de 90.

ENTREVISTA COM A ATRIZ

Nunca enxerguei como críticas pessoais. Acho que o Manoel Carlos escreveu a personagem exatamente daquele jeito, nada muito diferente. E o contato com o público era outro, porque as pessoas comentavam diretamente na rua, então, dava para sentir o tom. Além disso, a personagem me exigiu dedicação, tempo e responsabilidade. Me envolvi com o trabalho e não foquei nisso. Mas acredito que, se um profissional, principalmente uma figura pública, não soube lidar com esses retornos negativos, não pode ter essa profissão. Esse aprendizado vem com o tempo e eu aprendi ainda muito nova”, contou ela à jornalista Patricia Kogut, do jornal O Globo.

Na conversa, Gabriela contou também que consegue perceber certa semelhança entre a personagem com sua filha, Manuela, de 12 anos. “Hoje compreendo minha personagem de forma mais generosa e passei a admirar, principalmente quando se tem uma filha muito parecida. A Manu tem 12 anos e eu enxergo um pouco da Eduarda nela, porque são pessoas que falam o que pensam, têm atitudes inesperadas. Isso para mim é ter uma personalidade forte mesmo. Ela é muito diferente de mim e do que eu fui na idade dela“, opinou a veterana.

A atriz também definiu em poucas palavras como está sendo a pré-adolescência da herdeira. “Lidar com ela está sendo uma aventura, uma montanha-russa de emoções e hormônios. Mas faz parte da idade e tem sido um aprendizado. Ela é inteligente, sabe o que quer e é muito objetiva. Vejo nela também uma veia artística, por ser expressiva e gostar de cantar e dançar. Mas acho que um cargo de liderança tem mais a ver com o perfil dela. Eu não gosto de pressionar, ela é livre para escolher o que quiser ser”, disse.