Celulite x flacidez por Denise Steiner

Estética

A celulite e flacidez são problemas que podem aparecer por diversos motivos e em vários momentos da vida. Por apresentarem características semelhantes, muitas pessoas confundem e as consideram como “a mesma coisa”. Porém, as duas têm origem e efeitos diferentes no corpo. Isso exige que as técnicas aplicadas sejam específicas e até combinadas para garantir o melhor resultado.

 

VEJA TAMBÉM:
Tratamento que acaba com a celulite rapidamente por Adriana Cairo

A flacidez é caracterizada pela falta de sustentação da pele graças à diminuição da produção natural de alguns elementos, como o colágeno e a elastina, e a perda de água. As fibras, que são componentes essenciais da pele, vão se modificando e perdendo qualidade, além de serem produzidas em muito menos quantidade com o avanço da idade.

 

tv catia fonseca Celulite e flacidez: Como tratar? Todas as partes do corpo são afetadas com algum grau de flacidez, mas no rosto, colo e mãos fica mais evidente. O exercício físico pode auxiliar a melhorar a qualidade do tônus muscular e dar mais firmeza a pele. “Por isso, as atividades devem ser regulares e, de preferência, incluir musculação ou atividades que trabalhem o tônus muscular. O músculo precisa ser trabalhado para dar mais sustentação a pele”, explica Dra Denise Steiner, dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

 

VEJA TAMBÉM:
O segredo do treino das famosas por Norton Mello

 

 

A celulite aparece por um desequilíbrio entre vasos sanguíneos e acúmulo de gordura, água e toxinas entre os cordões conjuntivos fibrosos que ligam a pele e o músculo. Existe uma classificação para a celulite: leve, moderada ou grave. O que difere uma da outra é a quantidade e profundidade de depressões (furinhos, efeito casca de laranja) e a associação ou não com gordura localizada e flacidez. Cada um desses itens precisa ser avaliado pelo dermatologista que indicará o melhor tratamento.

 

Tratamentos

  • Celulite: aparelhos específicos servem para eliminar o excesso de gordura e melhorar a aparência dos furinhos, assim como o contorno corporal de maneira geral.
  • Flacidez: tecnologias com radiofrequência e bioestimulação podem ser associados. Isso porque estimulam o organismo a produzir as fibras de colágeno e elastina que dão tônus e sustentação à pele. Apesar das diferenças entre celulite e flacidez as duas melhoram com a combinação de tratamentos citados.

 

 

Tv Catia Fonseca tv catia fonseca Celulite e flacidez: Como tratar? Denise Steiner
Denise Steiner é dermatologista. 
Redes sociais: 
Site: http://denisesteiner.com.br/ 
Instagram: https://www.instagram.com/clinicadenise_steiner 
Facebook: https://www.facebook.com/ClinicaDeniseSteiner